Marca do CREA-PA para impressão
Disponível em <https://creapa.org.br/atribuicoes-e-competencias-do-engenheiros-ambientais-e-engenheiros-sanitaristas-e-ambientais-e-discutida-na-4o-reuniao-ordinaria-do-colegio-de-presidentes-em-natal/>.
Acesso em 29/02/2024 às 12h05.

Atribuições e competências dos engenheiros ambientais e engenheiros ambientais e sanitaristas são discutidas na 4º reunião ordinária do Colégio de Presidentes, em Natal

A presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará, engenheira civil Adriana Falconeri, a vice-presidente, engenheira ambiental Elizene Sarmento, e o vice-presidente, engenheiro naval Gelson Ferreira, estiveram na discussão das pautas dos profissionais, quanto à integração e o desenvolvimento do sistema profissional.

20 de julho de 2023, às 9h59 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

Encerrou nesta quarta-feira (19/07), em Natal-RN, a 4° Reunião do Colégio de Presidentes do Sistema CONFEA/CREA e Mútua, um dos fóruns consultivos que representam 1 milhão e 200 mil profissionais e 300 mil empresas. O encontro reuniu 27 Presidentes dos CREAS, conselheiros federais, presidente do CONFEA e diretoria da Mútua nacional.

A presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará, engenheira civil Adriana Falconeri, a vice-presidente, engenheira ambiental Elizene Sarmento, e o vice-presidente, engenheiro naval Gelson Ferreira, estiveram na discussão das pautas dos profissionais, quanto à integração e o desenvolvimento do sistema profissional.

Na ocasião foram discutidos temas como a reforma tributária, Plano Safra, Certidão de Acervo Operacional (CAO) e a formulação de políticas para a regulação e supervisão de Instituições de Educação Superior (IES). Além disso, os presidentes discutiram e aprovaram a proposta para substituir a resolução 310/1986 pela 447/2000 que, se aprovado pelo plenário do Confea, garantirá aos profissionais de engenharia ambiental e sanitária, a descrição adequada de suas atividades e atribuições, sem a necessidade de realizar consultas aos Regionais, para que descrevam suas atribuições em declarações e certidões para rebater questionamentos de outros Conselhos Profissionais (CRQ, CRBIO E CAU).

Para a vice-presidente do CREA-PA, engenheira ambiental Elizene Sarmento, a gestão do CREA-PA está preocupada com a participação da diversidade de classes do Sistema. “Como engenheira ambiental celebro a aprovação da proposta sobre unificação das resoluções 447 e 310, que já havia sido aprovada na Coordenação Nacional da Civil”, disse a vice-presidente.

A presidente do CREA-PA, engenheira civil Adriana Falconeri, falou que esta proposta de Resolução em substituição às Resoluções 310/1986 e 447/2000, vai auxiliar as coordenadorias especializadas dos CREAs, a fiscalizar melhor as atividades dos engenheiros ambientais e engenheiros sanitaristas e ambientais.