Marca do CREA-PA para impressão
Disponível em <https://creapa.org.br/crea-pa-e-eleito-para-compor-o-conselho-municipal-de-meio-ambiente-de-parauapebas/>.
Acesso em 19/05/2024 às 04h52.

CREA-PA é eleito para compor o Conselho Municipal de Meio Ambiente de Parauapebas

Nesta quinta-feira (11/04), em Parauapebas, realizou-se a 1ª Conferência de Meio Ambiente, do Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMAM), na qual o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (CREA-PA) foi eleito para compor o COMAM.

12 de abril de 2024, às 14h02 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

Nesta quinta-feira (11/04), em Parauapebas, realizou-se a 1ª Conferência de Meio Ambiente, do Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMAM), na qual o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (CREA-PA) foi eleito para compor o COMAM.

Os representantes eleitos foram: a Engenheira Ambiental, Larissa Ravena e o Inspetor do CREA-PA, Daniel Barroso, ambos indicados pela presidência do CREA-PA.

A participação do CREA-PA no COMAM destaca o compromisso da instituição com questões ambientais e de sustentabilidade, trazendo expertise técnica para contribuir com as políticas e ações voltadas para o meio ambiente em Parauapebas.

Engenheira Ambiental de formação, Larissa Ravena, traz uma visão especializada sobre os desafios e soluções relacionados à preservação ambiental, enquanto que Daniel Barrozo, além de seu conhecimento em Engenharia Civil, também possui experiência como Inspetor no município, o que o condiciona numa posição estratégica para compreender as demandas locais.

A eleição para o COMAM representa uma importante parceria entre os profissionais da engenharia e a gestão ambiental municipal, visando promover práticas sustentáveis e a proteção dos recursos naturais em Parauapebas.

Criado em 2002 pela Lei Municipal 4.253, o Comam é um órgão que propõe e elabora diretrizes da Política Municipal de Meio Ambiente, aprova a criação de unidades de conservação municipais, estabelece normas para o licenciamento ambiental e para a conservação e melhoria da qualidade ambiental, comunica agressões ambientais ocorridas no município, diligenciando no sentido de sua apuração e acompanhamento junto aos órgãos competentes, entre outros.