Marca do CREA-PA para impressão
Disponível em <https://creapa.org.br/frente-parlamentar-ira-defender-interesses-das-profissoes-do-sistema-confea-crea-e-mutua/>.
Acesso em 29/02/2024 às 12h13.

Frente Parlamentar irá defender interesses das profissões do Sistema CONFEA/Crea e Mútua

A história da Engenharia, Agronomia e Geociências ganha um novo marco neste 21 de junho de 2023, dia em que parlamentares e lideranças de 27 Creas lotaram o plenário do Confea para o lançamento da Frente Parlamentar Mista das Profissões do Sistema Confea/Crea e Mútua. Presidido por uma mulher, a deputada e engenheira agrônoma Marussa Boldrin (MDB-GO), o novo colegiado conta com 218 deputados e 22 senadores.

22 de junho de 2023, às 9h18 - Tempo de leitura aproximado: 2 minutos

Os deputados federais, representantes do Pará, que assinaram a criação da Frente, são: Raimundo Santos (PSD); Júnior Ferrari (PSD); Delegado Caveira (PL); Éder Mauro (PL); Elcione Barbalho (MDB); Antônio Doido (MDB); Andréia Siqueira (MDB); e Henderson Pinto (MDB).

A presidente do CREA-PA, engenheira civil Adriana Falconeri, prestigiou o lançamento da Frente Parlamentar e disse que será um importante instrumento de aproximação entre o Conselho e o Legislativo. “Sabemos que o trabalho é árduo e precisamos continuar engajados e mobilizados para que a Engenharia, Agronomia e Geociências, e tudo o mais que resulte no fortalecimento das profissões se concretize da melhor forma possível para todos, profissionais e sociedade”, disse. A vice-presidente, engenheira ambiental Elizene Sarmento e a coordenadora da Câmara Especializada de Engenharia Florestal, engenheira Milena Peper, também participaram da solenidade.

Agradecendo a presença das autoridades, o presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger, definiu a instalação da Frente Parlamentar como uma demonstração de reconhecimento, valorização das carreiras e de defesa das prerrogativas profissionais. “Estamos vivenciando um momento histórico pela quantidade de parlamentares que aderiram à Frente. Cerca de 45% do Congresso Nacional aderiu a esse chamado para discutir além das questões internas e corporativas. Nós queremos discutir o campo, a infraestrutura, o trânsito, a conservação das florestas, a mineração, a meteorologia. Queremos discutir as políticas públicas que vão impulsionar o Brasil, discutir tudo que interessa ao país e à população”, disse Krüger.

De iniciativa da deputada federal Marussa Boldrin (MDB-GO), a criação da Frente visa abrir espaços para participação ativa dos profissionais da Engenharia, Agronomia e Geociências nos debates políticos. “É uma honra para mim, que já fui até voluntária no Crea-GO, hoje estar aqui presidindo a Frente Parlamentar Mista das Profissões do Sistema Confea/Crea e Mútua. Como profissional, eu reconheço os desafios a serem enfrentados pela nossa categoria; contudo, agora ganhamos voz no parlamento. Temos a oportunidade de representar milhões de profissionais que são responsáveis pela transformação da sociedade. Uma categoria tão diversificada precisa ter sua defesa pautada no Congresso Nacional”, salientou a deputada que é engenheira agrônoma e já atuou como inspetora no Crea-GO, tendo integrado também o movimento Crea Júnior.

Aproximação 
Signatário do requerimento de criação do colegiado, o deputado Helder Salomão (PT-ES)“O Sistema representa muito para o nosso país porque ele dialoga com o campo e a cidade, com as grandes e médias empresas, com as metrópoles e pequenas cidades de todas as regiões. Onde tem Sistema tem desenvolvimento, qualidade de vida e geração de emprego e renda”, comentou o parlamentar, sinalizando que a agenda legislativa do Sistema irá nortear o debate e a aprovação de propostas no Congresso.